gastrite Archives - Multigastro

Você sabe a diferença entre gastrite e úlcera?

Dores abdominais constantes, queimação e indigestão são sintomas que indicam problemas no trato digestivo. Esses incômodos são popularmente relacionados à gastrite e úlcera, por serem doenças gástricas com sintomas parecidos, mas que possuem causas e intensidades diferentes, e, por isso, merecem atenção e cuidados diferenciados do seu médico. A gastrite é uma inflamação da parede que reveste o interior do estômago. Pode ser causada por ingestão excessiva de alimentos gordurosos, álcool, café, refrigerantes e alimentos muito ácidos, infecção pela bactéria H. pylori, uso constante de medicamentos analgésicos, uso de drogas, entre outros. Seu tratamento é feito com medicamentos que diminuem a acidez do estômago (inibidores da bomba de prótons), além da correção de eventual erro alimentar ou uso inadvertido de alguns comprimidos. Já a úlcera é uma ferida na parede do estômago com maior profundidade que a gastrite, o que pode causar dor e desconfortos mais intensos. A causa mais frequente do surgimento das úlceras é a bactéria H. pylori, seguida pelo uso de medicamentos anti-inflamatórios. Seu tratamento também é feito com medicamentos que diminuem a acidez do estômago (inibidores da bomba de prótons), além de antibióticos para erradicar o H. pylori, caso presente. Em casos mais graves, podem ocorrer sangramentos e perfurações, o que exige intervenção endoscópica de emergência para o tratamento. DIAGNÓSTICO A Endoscopia Digestiva é a melhor maneira de diagnosticar e diferenciar gastrites e úlceras. A Multigastro realiza Endoscopias de segunda à sexta, inclusive à noite, das 18h às 21, na unidade Recife. Informações e agendamentos: (81)... Leia Mais

Gastrites e úlceras são doenças facilmente diagnosticadas pela endoscopia

      A endoscopia digestiva alta, realizada com o objetivo de analisar a mucosa do esôfago, estômago e a primeira parte do intestino delgado, é um procedimento oferecido pela MultiGastro, que permite facilmente o diagnóstico de doenças como gastrites e úlceras. O médico responsável pelo exame, o endoscopista, visualiza, através de um monitor de vídeo, as imagens do sistema digestivo do paciente, geradas pelo endoscópio, um tubo sensível equipado por um chip que serve como câmera. De acordo com o endoscopista Gerson Brasil, da MultiGastro, o exame é importante para que o médico possa identificar a causa de sintomas como vômitos, náuseas, dores abdominais, dificuldade de deglutição, entre outros. “A endoscopia também possui as funções de investigar sangramentos digestivos e obter biópsias que servem para distinguir lesões entre malignas e benignas”, declara. O médico Gerson Brasil ainda chama atenção para algumas recomendações que devem ser adotados pelo paciente para a realização dos exames, como estar em jejum há pelo menos oito horas e comunicar se possui alergia a alguma medicação que será utilizada durante o procedimento. Ainda segundo o médico da MultiGastro, antes do procedimento, o paciente recebe a aplicação de um sedativo intravenoso para que não sinta nenhum incômodo durante o exame, que dura entre 10 e 15 minutos, razão pela qual é obrigatório ir acompanhado de um adulto. “Posteriormente, o paciente deve ficar em repouso e evitar a realização de atividades que exijam concentração, como dirigir ou operar máquinas”, ressalta Gerson... Leia Mais