Câncer de estômago: endoscopia é o exame mais indicado para diagnóstico - Multigastro

Câncer de estômago: endoscopia é o exame mais indicado para diagnóstico

Arte com desenho de estômago e texto sobre Câncer de Estômago, com logomarca da MultiGastro

Também conhecido como câncer gástrico, o câncer de estômago apresenta três tipos predominantes: adenocarcinoma (responsável por 95% dos casos), linfoma (diagnosticado em cerca de 3% dos casos), e leiomiossarcoma. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são diagnosticados mais de 20 mil novos casos de câncer gástrico por ano, aparecendo em terceiro lugar na incidência entre os homens e em quinto entre as mulheres do Brasil.

Não se sabe ao certo o que causa o câncer de estômago, mas sabe-se que o frequente consumo de alimentos ricos em sal, alimentos defumados e em conserva, além da infecção pela bactéria H. pilory podem ter relação com o desenvolvimento da doença.

Para a identificação e diagnóstico do câncer de estômago, o exame mais indicado é a endoscopia digestiva, que pode ser solicitada para pacientes com fatores de risco ou com sintomas que possam sugerir a doença. Como o câncer raramente apresenta sintomas na fase inicial, alguns indícios como perda de peso, fadiga, anemia, dor abdominal, azia, náuseas, vômitos persistentes podem ser confundidos com doenças do sistema gastrointestinal, como a gastrite e a úlcera, portanto, é preciso um estudo médico detalhado de cada caso. Outros exames laboratoriais e de imagem também podem ser solicitados para o diagnóstico da doença. O diagnóstico precoce possibilita o tratamento menos agressivo e maior chance de cura.

Share This