junho 2018 - Multigastro

Gerson Brasil fala sobre H. pylori no programa “Conexão Notícias”

O endoscopista Gerson Brasil concedeu uma entrevista, nesta quarta-feira (27), ao programa Conexão Notícias (Rádio Folha FM) para falar sobre “H. Pylori”, bactéria que se desenvolve na mucosa protetora do revestimento gástrico e é uma das principais causadoras de problemas digestivos, como gastrites e úlceras, além de aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de estômago. Confira na íntegra a entrevista. Lembrando que a  MultiGastro realiza a Endoscopia e procedimentos endoscópicos com tecnologia de ponta como a Unidade Eletrocirúrgica (Bisturi Elétrico) e a Insufladora de CO2, além da equipe possuir certificado ACLS, o que proporciona ao paciente maior segurança e precisão.  Mais informações: (81)... Leia Mais

H. pylori: Pesquisa indica que a prevalência da bactéria na população brasileira é de 70%

De acordo com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais metade da população mundial está infectada pela bactéria Helicobacter pylori, mais conhecida como . Esse microrganismo se desenvolve na mucosa protetora do revestimento gástrico e é um dos principais causadores de problemas digestivos, como gastrites e úlceras, além de aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de estômago. Segundo o especialista em Endoscopia Digestiva e diretor médico da MultiGastro, Gerson Brasil   a infecção pode causar dor, sensação de queimação no estômago, falta de apetite, enjoo e vômito. “Essa infecção é muito comum estudos indicam que está presente entre cerca de 70% da população. Assim, para prevenir é muito importante ter cuidados com higiene, como lavar as mãos antes de comer e após ir ao banheiro, além de evitar dividir talheres e copos com outras pessoas”, explica o especialista. Ainda de acordo com Gerson Brasil, uma das principais formas de diagnosticar a H. pylori é por meio de uma biópsia de tecido do estômago, que é realizada durante a Endoscopia Digestiva Alta. “A endoscopia é um dos exames mais importantes e completos para identificar essa bactéria, pois permite avaliar o estado do estômago, servindo também para o diagnóstico de gastrites, úlceras ou tumores”, afirma. A MultiGastro realiza a Endoscopia e procedimentos endoscópicos com tecnologia de ponta como a Unidade Eletrocirúrgica (Bisturi Elétrico) e a Insufladora de CO2, além da equipe possuir certificado ACLS, o que proporciona ao paciente maior segurança e precisão.  Mais informações: (81)... Leia Mais

Exames para prevenção do câncer colorretal devem ser feitos a partir dos 45 anos

Devido ao aumento nos casos de câncer colorretal entre adultos mais jovens nos EUA, a Sociedade Americana do Câncer mudou as diretrizes para a prevenção da doença recomendando que a colonoscopia seja feita a partir dos 45 anos ao invés dos 50. A novidade foi publicada no último dia 30 de maio, na “CA: A Cancer Journal for Clinicians”. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o câncer colorretal é o terceiro que mais leva a óbito no mundo. Nos Estados Unidos, ele já ocupa a segunda posição no ranking dos tipos de câncer dentre os que afetam tanto homens quanto mulheres, de acordo com dados do Centro Nacional de Controle de Doenças. No Brasil a realidade não é diferente. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, em 2013, cerca de 15 mil brasileiros morreram em decorrência das complicações deste câncer. De acordo com Gerson Brasil, especialista em Endoscopia Digestiva e diretor médico da MultiGastro, esse tipo de neoplasia surge a partir de pólipos, pequenas lesões que se desenvolvem na parede interna do intestino, e que podem ser removidas do organismo ainda na fase pré-maligna durante a colonoscopia. O especialista ressalta que a nova recomendação é que o exame preventivo seja feito a partir dos 45 anos, essa idade pode ser menor, caso haja sintomas da doença, a exemplo de sangramento, ou haja histórico na família. Neste caso, para ter um prognóstico mais positivo, a colonoscopia deve ser realizada 10 anos antes da idade que o parente teve. Por exemplo, se uma mãe ou pai teve aos 50, os filhos devem fazer o exame aos 40. “No momento em que uma... Leia Mais